O período da gravidez é repleto de mudanças e exige atenção extra com a saúde da mãe. Durante o pré-natal, é fundamental acompanhar também a saúde bucal, algo que pode, muitas vezes, passar despercebido. Na gestação, a mulher tem maior predisposição a cáries, doença periodontal e acometimento do esmalte por acidez.

Por isso, redobre os cuidados com higiene bucal. O melhor período para o tratamento odontológico é no segundo trimestre da gestação, mas em caso de dores e infecções, procure seu dentista imediatamente, independentemente do período. As infecções podem trazer prejuízos não só para a saúde da mãe, mas também pode afetar o bebê e, em casos mais graves, pode até levar ao nascimento prematuro.

Cuidado com fake news

Alguns mitos cercam a gravidez, e com relação ao cuidado com a boca não seria diferente. A gestação não provoca piora na qualidade dos dentes e gengiva e o tratamento odontológico não pode prejudicar o feto, pelo contrário. A saúde da mãe em dia é benéfica também para a criança. Fala-se também que grávidas não podem receber anestesia. Não é verdade! Não deixe de se cuidar por causa desses mitos.