Arquivos Notícias - FCA Saúde
VOCÊ ESTÁ EM
Minas Gerais

Notícias

Enxergá-los como extraordinários: esta é a peça que encaixa!

Muito além de definir o que é o Transtorno do Espectro Autista (TEA) e de trazer dados ou números de pessoas que convivem com o Autismo no Brasil ou no mundo, queremos destacar a importância de usar o seu tempo para buscar informação sobre o assunto. Ao contrário do que algumas pessoas pensam, o Autismo não é uma doença, mas sim um transtorno mental, o Transtorno do Espectro Autista (TEA).  Embora não tenha causas determinadas, pode estar relacionado a fatores genéticos e ambientais. A grande diversidade de características dificulta o diagnóstico, pois quem possui TEA pode apresentá-las em conjunto ou separadamente: Apresentam isolamento mental Possuem insistência obsessiva na repetição Adotam elaborados rituais e rotinasTêm fixações e fascinações direcionadas e intensasApresentam escassez de expressões faciais e gestosNão olham diretamente para as pessoasTêm uma utilização anormal da linguagemApresentam boas relações com objetos Apresentam ansiedade excessiva Não adquirem a fala ou perdem a anteriormente adquirida De acordo com a cartilha “Autismo - Orientação para pais”, elaborada pelo Ministério da Saúde em parceria com a Casa do Autista, acredita-se também que o transtorno acontece em crianças organicamente predispostas, nas quais um trauma emocional precipitou a desordem. Na FCA Saúde oferecemos o LeveMente, Programa de Promoção da Saúde que conta com uma equipe multiprofissional, como psicólogos e psiquiatras, por meio da Nossa Rede Credenciada. Para saber mais, converse com um Médico FCA Saúde.  Dúvidas? (31) 3304-3900. Fontes: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/geral/53830-conheca-as-caracteristicas-e-aprenda-mais-sobre-o-autismo https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cd03_14.pdf

Quem te faz sorrir todos os dias?

Tão essencial quanto o motivo que nos põe um sincero sorriso no rosto é a saúde que percebemos nele. Você dá a mesma importância à sua saúde bucal quanto à saúde de outras partes do corpo? Muito mais do que uma preocupação estética, cuidar da saúde da boca ajuda na prevenção de doenças, além de ter um impacto positivo na sua saúde como um todo.  De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), entre todas as doenças que afetam as pessoas, a cárie é a mais prevalente no mundo. Esse tipo de lesão pode aparecer de diversas formas e está associada, principalmente, à falta de escovação e consumo excessivo de açúcares.  A doença periodontal, que pode afetar desde a gengiva até o osso que envolve e suporta o dente, também é uma condição bastante comum, afetando cerca de 10% de toda a população global. Assim como a cárie, o principal fator de risco para o desenvolvimento da gengivite e periodontite é a má higiene bucal. Além disso, o uso de tabaco, a diabetes e até mesmo o estresse contribuem para o surgimento da doença. A boca desempenha importantes funções que repercutem na saúde de todo o organismo. Segundo o Instituto do Coração (Incor), cerca de 45% das doenças cardíacas têm origem dental. Já a diabetes está intimamente ligada às doenças periodontais, pois favorece o aparecimento da inflamação gengival e, por outro lado, a inflamação gengival contribui para a descompensação glicêmica. A boa notícia é que a maioria das doenças bucais é facilmente prevenível e pode ser tratada em estágio inicial. Além da redução do consumo de açúcares, tabaco e álcool, alguns cuidados bucais devem ser adotados no seu dia a dia para favorecer a saúde integral. Confira: Antes de tocar na boca, faça a higiene correta das mãos, evitando a disseminação de vírus e bactériasUtilize sempre o fio dental, que tem a função de alcançar o espaço entre os dentes onde a escova não é capaz de chegar Escove os dentes e língua após cada refeição e antes de dormir, utilizando creme dental com flúor Após o uso, lave a escova em água corrente para remover qualquer resíduo de creme dental ou sujeira que possa ter ficadoVocê pode desinfetá-la imergindo em um recipiente com solução feita com água filtrada e enxaguante bucal na proporção de 50/50 Remova o excesso de água da escova, preferencialmente por meio de batidas na borda da pia, e evite secá-la em toalhas Troque sua escova de dentes a cada três meses, ou em período menor, caso as cerdas já estejam gastas e abertasApós recuperar-se de alguma infecção, troque-a imediatamente para evitar a recontaminaçãoEvite compartilhar pasta de dente, fio dental, sabonete e toalha de rosto, mesmo com seus familiares O autocuidado é fundamental, sobretudo agora, no contexto da pandemia que estamos atravessando.  Se você estiver sentindo qualquer alteração bucal, indicando que pode haver um problema, ligue para o Disque Saúde e agende uma consulta com nossos profissionais nos Núcleos FCA Saúde ou Ambulatório das Fábricas. Dúvidas? (31) 3304-3900 Cuide do seu sorriso!
Facebook Instagram Linkedin
REDE SOCIAL FCA SAÚDE
Selo ANS
Selo ANS
Onde você está?